Panasonic aponta para cima

Panasonic Lumix GX7

A Panasonic parece ter acertado em cheio com a recém-anunciada GX7.
Na verdade, bastava incluir um muito requisitado visor electrónico num modelo da linha GX para ter uma máquina capaz de concorrer com as principais rivais Olympus OM-D, Fujifilm XE-1 ou Sony NEX 6. Mas a Panasonic decidiu apontar para cima (trocadilho intencional) desenhando um visor electrónico inclinável (um extra interessante para quem se cansa do constante achatar do nariz contra o ecrã traseiro).

Existe também uma versão em preto, apresentada aqui com uma objectiva zoom.

Outra adição de peso é a estabilização de imagem no sensor, uma estreia da Panasonic em máquinas deste género que, se se mantiver em futuros modelos, vai diluir a grande diferença que existia entre as máquinas da Panasonic e as da companheira de sistema micro four thirds Olympus.

Sendo estes dois upgrades os mais significativos neste modelo, há um pormenor na lista de especificações que me despertou a atenção: um modo de disparo silencioso (quem faz fotografia de rua sabe o quão útil é poder fotografar discretamente), um factor que conjugado com o aspecto compacto far-me-ia preferir esta máquina a uma Olympus OM-D, mesmo que esta última seja superior em alguns aspectos.

Tudo isto quase me faz lamentar ter vendido todo o meu equipamento micro four thirds, principalmente aquela que continua a ser uma das objectivas mais apetecíveis do momento, a Panasonic 20mm f/1.7 (que, a propósito, foi substituída por uma nova versão opticamente idêntica à original mas com o chassis em metal em vez de plástico). Disse quase porque o que substituiu este equipamento foi uma Fujifilm X100 que mesmo com todos os seus defeitos (e talvez um pouco por causa deles) oferece uma experiência fotográfica totalmente diferente e que me dá um gosto em fotografar que não tive com outras máquinas.

Mesmo sem a ter experimentado, penso ser seguro afirmar que a Panasonic GX7 será um sucesso, afinal não é todos os dias que se consegue convencer dois fotógrafos da Magnum a apoiar uma nova máquina.

Ian Berry

Whitby, Yorkshire © Ian Berry – Magnum Photos
Um clássico da fotografia. Obviamente não foi feita com uma Panasonic GX7,
mas fico curioso em ver o que Ian Berry fará com a nova máquina.

---

Sobre contextofotografico

Falar a apreciar fotografia em português.
Esta entrada foi publicada em máquinas fotográficas com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a Panasonic aponta para cima

  1. Pingback: Uma GX7 em boas mãos | Contexto Fotográfico

  2. Pingback: A vez de Ian Berry | Contexto Fotográfico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s